exposição permanente

A Exposição Permanente do Museu de História Natural de Mato Grosso é dividida em quatro vertentes: Histórica, Arqueológica (´pré-histórica e histórica), Paleontológica e Etnológica. Durante a exposição são abordados temas como a origem da terra, as transformações de sua biodiversidade (focando especialmente na biodiversidade pré-histórica de Mato Grosso), as populações originárias mato-grossense e a diversidade cultural dos povos indígenas. 

Além disso, é apresentada durante a exposição a história da Casa Dom Aquino (1842), importante Patrimônio Histórico do estado que abriga o museu desde sua fundação em Dezembro de 2006. 

A exposição continua na parte externa, onde temos a réplica do esqueleto de um Pycnonemosaurus Nevesi, dinossauro que habitava a região da Chapada dos Guimarães durante o período Cretáceo. A réplica foi confeccionada pelo paleoartista Carlos Escarpini. Também na área verde do museu estão as instalações do Homem do Holoceno, feita pelo artista plástico Junne Fontenele, que recriou, através de esculturas de argila, cenas cotidianas dos povos pré-históricos.